Como lidar com o bloqueio de escritor

Sempre que oiço alguém dizer que está com bloqueio de escritor, a primeira coisa que me vem à cabeça, é que essa pessoa simplesmente não tem hábitos de escrita.

E em 90% das vezes, estou certo.

A não ser que já tenha rotinas de escrita incorporadas, e que nessas alturas em que normalmente escreve não o consegue fazer, essa pessoa não tem bloqueio de escritor. Apenas nutre a fantasia de um dia escrever alguma coisa.

A imprevisível inspiração.

Quando se tem o hábito de escrever diariamente, umas vezes a inspiração está presente, outras vezes não está.

O que distingue um amador de um pro, é que o pro senta-se todos os dias à mesma hora para escrever, quer tenha vontade de o fazer ou não, enquanto que o amador nem sequer liga o computador se não estiver a sentir-se inspirado.

pro conhece um segredo:

Quando não se sente inspirado, não há problema. A inspiração surge depois de começar a escrever e não antes.

Na semana que passou, apenas consegui produzir dois artigos, mesmo tendo dedicado duas horas diárias à escrita como faço habitualmente.

Alguma coisa correu mal e eu só o descobri graças ao meu “domingo de avaliação” (para saber o que é o meu “domingo de avaliação” subscreva o blog de forma receber os 3 segredos da minha produtividade).

Conheço algumas estratégias para ultrapassar bloqueios na escrita (não fosse eu ter um blog chamado Desbloqueie-se…). Para não as esquecer, decidi escrever este artigo.

Quando ficar novamente especado a olhar para um google doc em branco por mais de 20 minutos, será aqui virei. Sinta-se à vontade para fazer o mesmo.

O meu processo de escrita.

Ao longo dos anos, desenvolvi um processo para escrever. Uma forma de assegurar a produção de conteúdos, mesmo que não me sinta inspirado, nem tão pouco motivado.

Quando chega a hora agendada para escrever e sem pensar em nada, sigo estes dois passos:

Nº 1, sentar o rabo na cadeira.

Nº 2, abrir o processador de texto.

Difícil não é?

Para além destes dois passos existem duas regras a seguir.

  • É expressamente proibido abrir qualquer rede social, ler emails, navegar em qualquer site que não tenha a ver com o tema acerca do qual vou escrever.
  • Avisar as pessoas que se encontram no mesmo espaço que eu de que vou escrever e de que não me podem interromper por motivo rigorosamente nenhum.

Quando não há nem um vislumbre de inspiração.

Se não fizer a mais pequena ideia do que escrever, procuro vídeos no youtube sobre vários temas do meu interesse.

O que acaba sempre por acontecer, é surgirem-me ideias e conceitos que nada têm a ver com o tema dos vídeos que acabei de ver, começando assim a escrever os primeiros parágrafos do meu artigo.

Lembra-se de eu ter dito que a inspiração vem depois de começar a escrever e não antes?

Mesmo que escreva apenas algumas palavras, estas são suficientes para despoletar mais alguns parágrafos.

Enquanto escrevo esses parágrafos é comum surgirem-me mais ideias sobre o mesmo tema, e para não as esquecer, escrevo-as imediatamente no fim da página, antes mesmo de acabar de escrever o parágrafo em que me encontro.

Descobri recentemente um vídeo sobre escrita que tenho visto sempre que me preparo para começar a escrever.

Outro fator que pode causar um bloqueio de escritor, é a ansiedade de desempenho. Se por algum motivo começar a duvidar da minha qualidade enquanto escritor, faço o seguinte raciocínio:

“Se a minha escrita for má, só existe uma maneira de a melhorar que é escrevendo. Por isso, mesmo que a minha escrita não tenha qualidade, mais vale escrever na mesma, ao menos estarei a praticar.”

A reter por quem escreve.

– Isto não é um talento, mas antes uma habilidade que se desenvolve com a prática.

– Ler no mínimo 1 hora por dia é obrigatório.

– Escrever lixo é melhor do que não escrever nada.

Espero que possam retirar deste texto algumas dicas para aplicarem em todas aquelas alturas em que os nossos cérebros decidem deixar de funcionar.

Pergunta: O que fazem quando têm bloqueio de escritor? Deixem-me saber comentando em baixo e estejam à vontade para colocar os links dos vossos blogs.

Deixe um comentário