fbpx

Quando reinventar a roda é o caminho certo

Quando está com um objetivo em mente e vai em busca de informação, é comum dizerem-lhe que não precisa de reinventar a roda, basta seguir os procedimentos de outras pessoas que concretizaram metas iguais às suas.

Quando me surgiu pela primeira vez a necessidade de aprender acerca de marketing, vendas, publicidade e empreendedorismo, comecei sempre por seguir metodologias já existentes. 

Com um objetivo em mente, fui procurar informação acerca de como fazer para obter os resultados que eu queria.

Aprendendo com os gurus.

Aprendi com vários peritos de renome mundial sobre os assuntos que procurava. Assuntos como ser mais eficiente em menos tempo, fazer o lançamento de um produto, aumentar o tráfego de um site.

Tornei-me membro de vários programas educacionais, os quais segui religiosamente, passo a passo.

Hoje em dia, a qualidade da informação que é possível encontrar online é extremamente alta. Segui programas educacionais pela internet extraordinariamente eficientes e que me ajudaram a concretizar muitos dos meus objetivos.

Contudo, as alturas em que tive os melhores resultados, foram precisamente aquelas em que por mais que me esforçasse, tudo aquilo que eu aprendia com os meus professores e tentava aplicar, simplesmente não funcionava.

Nessas alturas em que encontrava barreiras que pareciam intransponíveis, apesar de seguir à letra os conselhos de quem já tinha trilhado os caminhos onde me encontrava, restava-me apenas uma hipótese.

Reinventar a roda. 

É verdade que o que funciona com algumas pessoas pode não funcionar com outras. A sua maneira de estar, a sua personalidade e a sua forma de executar podem fazer com que um sistema testado e com resultados comprovados seja inaplicável no seu caso.

Essas alturas são períodos de grande frustração, mas se não desistir, continuar a tentar e redobrar os seus esforços, é provável que descubra uma nova maneira de fazer as coisas.

As pessoas que criaram serviços e produtos que mudaram o mundo tiveram de lidar com grandes frustrações, na maior parte dos casos, passaram anos de tentativa e erro até se tornarem bem-sucedidas.

A aprendizagem pela execução cria novas invenções.

A aprendizagem derivada da sua persistência, permitiu-lhes inventar produtos e criar sistemas nunca antes vistos. Ao reinventar a roda, fizeram surgir novos nichos de mercado onde nem sequer tinham de competir com mais ninguém.

Mesmo que não seja a sua intenção mudar o mundo, saiba que o desafio que quer ultrapassar tem uma solução. Essa solução pode existir neste momento, mas devido ao contexto do seu caso, é possível que falhe ao aplicá-la.

Quando sabe que tem em sua posse todas as peças de um puzzle e que estas simplesmente não encaixam umas com as outras, apesar do seu trabalho árduo, pode sentir-se desencorajado.

Porém, se continuar a tentar, vai acabar por descobrir que as peças desse puzzle podem encaixar com as peças de outro totalmente diferente, quem sabe com as do seu próprio puzzle.

O desespero precede a criatividade.

Antes de se lembrar de misturar o conhecimento de várias escolas e vários métodos, é muito provável que passe por uma fase de desespero em que se encontra prestes a desistir do seu empreendimento. Nessas alturas recorde-se do seguinte:

Está prestes a descobrir algo de espetacular.

Pode não ser suficiente para mudar o mundo, mas será com certeza suficiente para mudar o seu mundo!

Se sente que está estagnado no caminho do seu objetivo, apesar de ter em seu poder o conhecimento de que necessita, dê o seu melhor. Esta não é a altura de abrandar, pois se continuar vai acontecer uma de duas coisas:

1ª – Vai conseguir aplicar o conhecimento que está à sua disposição.

2ª – Vai acabar por inventar a sua própria maneira de conseguir aquilo que quer.

Seja como for, vai ter o sucesso que deseja.

Pergunta: Onde na sua vida já teve necessidade de reinventar a roda?

Deixe um comentário