Vai pagar o preço

Qualquer que seja o rumo da sua vida, existem sempre decisões a serem tomadas. Se não faz nada e se deixa simplesmente levar pelo acaso, tal acontece porque tomou a decisão de o fazer, quer tenha consciência disso ou não.

O medo do desconhecido é um terrível inibidor. É com muita frequência que se encontram pessoas que sabem exatamente aquilo que querem, e que por vezes até já delinearam um plano para o atingir, mas que não conseguem dar sequer um primeiro passo.

Têm medo. Medo daquilo que vão ter de abdicar, medo dos sacrifícios que têm de fazer, medo da forma como perseguir esse sonho poderá afetar as outras áreas das suas vidas.

Dentro das suas cabeças elas não desistiram, dizem-se a si próprias que estão simplesmente à espera da melhor altura, aguardam por circunstâncias mais favoráveis, e enganam-se a si próprias, durante anos, até ao fim das suas vidas.

Tudo por que têm medo de pagar o preço.

Quando olhamos para a vida de todos aqueles que se tornaram muito bem sucedidos, sejam eles empresários, músicos ou campeões olímpicos, existe algo que todos tiveram em comum, que foi a predisposição para pagar o preço de realizar os seus intentos.

Durante anos, estiveram a praticar, a trabalhar e a desenvolver as suas habilidades, enquanto outras pessoas ocuparam o seu tempo com atividades como ver televisão ou jogar videojogos.

Enquanto a maioria das pessoas à sua volta usava o seu tempo livre e os seus recursos em coisas que lhes trazia prazer momentâneo, elas decidiram abdicar desses caprichos para lutar por algo que nem sequer sabiam na altura se iam conseguir concretizar ou não.

Mesmo não tendo qualquer evidência de que um dia se iriam tornar extremamente bem sucedidas, tiverem fé e pagaram o preço de abdicar de prazeres que a grande maioria das pessoas se recusou a abdicar.

Existem duas coisas que as pessoas de muito sucesso referem frequentemente:

A primeira, é que embora estivessem mentalizadas que o caminho até se tornarem bem sucedidas ia ser difícil, não imaginavam o quanto difícil ia realmente ser.

A segunda, é que apesar de já esperarem que atingir o seu objetivo fosse algo de moroso, não imaginavam que o fosse ser assim tanto.

À primeira vista, pode ser desmotivante saber que atingir o nível de sucesso que deseja vai ser mais difícil do que pensava e que vai demorar mais tempo do que planeou. Todavia, pode sempre considerar a outra hipótese, que é não ir atrás do que quer.

Se fizer a escolha (consciente ou não) de não lutar pelos seus sonhos, vai poder passar grande parte do seu tempo com atividades que lhe trazem gratificação imediata, vai poder ver todas as séries televisivas que quiser, poderá também explorar todas as aplicações e jogos para o seu smartphone que bem entender.

As suas habilidades manter-se-ão as mesmas por anos a fio, a sua vida não vai evoluir de forma significativa e vai até regredir nalgumas áreas, mas talvez isso não seja importante para si. 

Talvez seja bem melhor desistir do seu sonho e levar uma vida onde faz simplesmente aquilo de que sente vontade no momento.

Se esta última for a sua opção, se optar por não se esforçar, por não dar o seu melhor para ultrapassar as barreiras, por (tentar) ignorar por completo que um dia poderia vir a ter a vida com que sempre sonhou e ser a pessoa que sempre quis ser se se tivesse empenhado,  lembre-se de uma coisa:

Também vai ter de pagar um preço, talvez até bem mais alto.

Pergunta: O que pode fazer de diferente para chegar mais rápido onde quer?

Deixe um comentário